NBA: LeBron James cumpre a promessa e conquista o título para a cidade de Cleveland

Foram sete jogos de intensidade e paixão, onde os melhores do mundo lutaram pelo mais prestigiado troféu de Basquete no mundo: O título de campeão de NBA. Hoje olhamos para todos os jogos das finais e, em especial, para o decisivo e histórico sétimo jogo.

NBA: LeBron James cumpre a promessa e conquista o título para a cidade de Cleveland
(foto: gettyimages.com)

Jogo 1: uma vitória vinda do banco

Era o primeiro jogo daquela que viria a ser uma série de jogos que ficará, com toda a certeza, para a história. Marcado pelo jogo muito físico, assim como todos os outros, onde Stephen Curry e Klay Thompson eram bem anulados pela defesa de Cleveland.

Mas na falta das duas estrelas surgiam pontos vindos do banco dos Warriors, enquanto que do lado contrário isso não acontecia. Barbosa foi a estrela maior no jogo que, após um equilíbrio durante quase toda a partida, os Warriors acabaram por vencer por 104-89 obtendo uma vantagem de um jogo para zero.

Jogo 2: uma derrota anímica para os Cavaliers

Após a derrota no primeiro jogo, a equipa de LeBron James sabia bem que não podia deixar que Golden State obtivesse uma vantagem de dois jogos, ficando a precisar apenas de duas vitórias para se sagrar campeão.

Era o ultimo jogo fora antes de dois consecutivos em casa e era uma boa oportunidade para empatar a série e conseguir vantagem, depois, em frente aos fãs. Mas tal não se concretizou. Seria a derrota mais pesada dos sete jogos. 110-77 numa noite em que as esperanças dos Cavs pareciam desaparecer pois, mesmo sem Curry e Thompson no seu melhor os Warriors pareciam imparáveis.

Jogo 3: em casa mandamos nós

James tinha dito no fim do segundo jogo que em casa as coisas poderiam mudar e que a sua equipa iria fazer tudo para empatar as finais. O jogo foi desigual, os Warriors pareceram perdidos durante todo o encontro. Foi o contrário do segundo jogo.

Aquilo que tinha faltado nos dois primeiros estava agora do lado dos Cavs no terceiro desafio. James e Irving assumiam a liderança dentro de campo, JR.Smith começava a entrar no ritmo e tudo parecia fluir com naturalidade. 120-90 foi o resultado final e a desvantagem era reduzida para 2-1. Cleveland parecia que tinha mostrado que em casa mandavam eles.

Jogo 4: um balde de água fria    

Era com esperança que a equipa dos Cavs liderada por Tyronn Lue via o quarto jogo. Era uma oportunidade para empatar a série e colocar tudo em aberto de novo, fazendo renascer as esperanças para o povo de Cleveland.

Jogo equilibrado em que os Cavaliers até lideraram grande parte do mesmo. Mas, pela primeira vez, Curry surgiu para tirar as duvidas quanto ao favoritismo dos Warriors nesta final. Foram triplos atrás de triplos a partir do terceiro período que destruíram as esperanças dos Cavs. 108-97 foi como terminou e Golden State conseguia assim uma vantagem de 3-1 e ficava a uma vitória de se sagrar campeão.

Jogo 5: Lue: «Se não acreditam na vitória não entrem no avião para ir jogar»

Nenhuma equipa, na história das finais da NBA, tinha conseguido dar a volta a uma desvantagem de 3-1 em jogos. Apenas duas tinham conseguido forçar um sétimo jogo e nenhuma delas se sagrara campeã.

Mas Tyronn Lue, na conferência de imprensa, fez questão de relembrar que a sua equipa não iria desistir, e os jogadores que não acreditassem nem iriam entrar no avião para jogar o quinto jogo em casa dos Golden State.

Num jogo do tudo ou nada foi LeBron James e Kyrie Irving que fizeram as delicias dos fãs de Cleveland. Cada um com 41 pontos entravam para a história como os primeiros colegas de equipa a conseguirem mais de 40 pontos cada num jogo a contar para as finais da NBA. 112-97 a favor dos Cavs foi o resultado que trouxe a série de novo até Cleveland para que a equipa de James tentasse forçar o sétimo jogo.

Jogo 6: James: «Vamos tentar a vitória para irmos até duas das melhores palavras de sempre: Jogo 7»

Foi esta a mensagem de LeBron James que acreditava que era possível forçar o sétimo jogo e levar as decisões finais até Oracle Arena (casa dos Golden State)

Foi mesmo o que aconteceu. James conseguiu uma vez mais 41 pontos na sua conta pessoal e liderou os Cavs até à vitória que valeria o empate em jogos. 115-101 foi o resultado final. 3-3 em jogos e todas as decisões iriam até ao sétimo jogo. Conseguiriam os Cavs ser a primeira equipa a recuperar de uma desvantagem de 3-1? Ou iriam os Warriors impedir a terceira derrota consecutiva e sagrar-se campeões?

Jogo 7: Cleveland: uma cidade de campeões

Era o sétimo jogo. Um para a história. Cleveland - Warriors. LeBron James - Stephen Curry. Atmosfera de «cortar a respiração» e pressão, muita pressão em cima dos ombros dos jogadores que carregavam em si a esperança de milhões de adeptos.

Era a primeira vez em sete jogos que tínhamos um equilibrado do início ao fim. O resultado no fim do terceiro período era de 76-75 a favor dos Warriors e pedia-se agora aos lideres de cada equipa que dessem o passo em frente para que, nos restantes 12 minutos decidissem o rumo da final.

Seria Curry e Thompson ou James e Irving? Foi James e Irving. Momentos chave? Houve muitos, mas podemos destacar três, todos eles no ultimo período. Curry não esteve no seu melhor, e foi após um passe arriscado por trás das costas que ofereceu a bola à equipa de Cleveland e deu a possibilidade a James de, com um triplo, colocar a sua equipa em vantagem por 89-87 com pouco mais de 4 minutos para o final. Com o jogo empatado a 89 foi outra vez James que impediu uma jogada de dois pontos para Iguodala com um bloco que valeu muito mais do que fez parecer com menos de 2 minutos para jogar. Depois foi a vez de Irving que colocou a sua equipa em vantagem com um triplo com escassos segundos para acabar. O resultado era agora 92-89 para os Cavs.

O resultado final foi 93-89 e Cleveland conseguia o seu primeiro título de NBA. LeBron James conseguia o primeiro triplo duplo num sétimo jogo de uma final desde o de James Worthy em 1988 e tronava-se o MVP das finais pela terceira vez (foi sempre que venceu um campeonato). Para tal ajudou o facto de ter liderado todos os jogadores em pontos, blocos, assistências, roubos e ressaltos tornando-se o primeiro jogador da história a conseguir este feito em qualquer série dos playoffs.

Para a história fica uma recuperação fantástica e o terceiro título para LeBron James que conseguiu cumprir a promessa feita há dois anos de trazer um título para a sua casa: Cleveland.


Share on Facebook