Análise ao mercado encarnado: Seferovic entra, Mitro sai

O mercado fechou em Portugal e a VAVEL analisa quais os destaques e os potenciais craques do Benfica para a presente temporada.

Análise ao mercado encarnado: Seferovic entra, Mitro sai
Seferovic é o reforço mais sonante

A janela de transferências fechou em Portugal e agora resta às águias receber o esférico, dominar e atacar a época. As movimentações no mercado empolgaram o país das quinas e foi frenético até ao fim. No Benfica saíram 4 titulares milionários, mas foi bem a tempo de acertar o relógio suíço de Seferovic, com golos e mais golos, mas Mitroglou fará falta? 

Águia viu-se grega mas acertou o relógio suíço 

O mercado iluminou os cofres da Luz com mais de 100 milhões de euros. O investimento ficou longe dos números de outras épocas, tendo gasto apenas 8 milhões de euros. As saídas milionárias de Ederson, Lindelof, Nélson Semedo e Mitroglou foram mediáticas e obrigaram Rui Vitória a apostar em Bruno Varela, André Almeida, Jardel e Seferovic

No último dia de mercado, Luis Filipe Vieira sambou com perícia negocial e garantiu os brasileiros Douglas e Gabriel Barbosa, ambos por empréstimo. O lateral Douglas chegou para fazer sombra a André Almeida e Gabigol é mais um craque para concorrer com Jiménez por um lugar no 11. 

Será difícil desfazer a dupla composta por Jonas e Seferovic, mas a temporada será longa e com várias frentes. A verdade é que até agora, o maior foco está em Seferovic, que em apenas 5 jogos de águia ao peito já ultrapassou o seu registo goleador da época passada. A saída de Mitroglou apanhou alguns benfiquistas de surpresa. O grego marcou 52 golos na equipa encarnada e levanta algumas interrogações, resta aguardar pelas reais consequências colectivas pela saída de Mitrogolou para o Marselha, mas o início prometedor do suíço que chegou da Bundesliga, permite por enquanto ignorar a transferência do jogador.

A saída de Lindelof e as lesões de Jardel anteviam ataque ao mercado central mas à medida que a meia noite de 31 de agosto se aproximava, era notório que Rui Vitória conta com o jovem Rúben Dias para cobrir as possíveis debilidades físicas de Luisão, Lisandro e Jardel. 

Na baliza, Bruno Varela tem estado em grande e tem superado as expectativas, mas Júlio César não largará as luvas benfiquistas facilmente. Em suma, o Benfica investiu pouco, vendeu bem mas parece não ter um leque de escolhas muito alargado para garantir que o 11 base é bem substituído. Na baliza. A juventude de Varela está a resultar, na defesa reinam águias experientes. 

No miolo, Pizzi é e será o motor e na frente há muito, muito talento para escolher mas de entre os reforços, foco para perceber se Seferovic mantém o instinto goleador a horas e se Gabriel Barbosa demonstra se é o promissor Gabigol que brilhou no Santos. O mercado fechou, mas a esperança no penta está em aberto na Luz.