Steaua 1-5 Sporting: «leões» goleiam e garantem presença na Liga dos Campeões

Depois de um empate a zero em Alvalade, os pupilos de Jorge Jesus não deixaram espaço para dúvidas no jogo da segunda mão.

Steaua 1-5 Sporting: «leões» goleiam e garantem presença na Liga dos Campeões
Bruno Fernandes em ação, no jogo da primeira mão.

Após uma primeira mão que havia pecado pela ausência de golos, o Sporting deslocava-se à Roménia com uma missão bastante clara: carimbar a passagem à fase de grupos da Liga dos Campeões.

Doumbia de início, Bas Dost no banco

Em Bucareste, Jorge Jesus surpreendeu ao colocar Bas Dost no banco e ao apostar em Doumbia de início, mas a dinâmica da equipa não pareceu sofrer com essa alteração. Na verdade, o Sporting entrou muito bem no jogo, pressionando o Steaua e assumindo o comando da partida no meio-campo adversário, deixando clara a intenção de marcar o mais cedo possível - algo que acabaria por acontecer aos 13', precisamente por intermédio de Doumbia. Após um lançamento lateral de Piccini e dois desvios (por Mathieu e Acuña), a bola sobrou para o costa-marfinense, que, com a baliza à disposição, só teve de encostar para abrir o marcador.

As contas sportinguistas ficavam mais fáceis (afinal de contas, um empate com golos bastava para passar), mas, numa fase tão precoce do jogo, um golo não seria suficiente para deitar por terra a esperança dos romenos e o empate aconteceu, pouco depois. Aos 20', Júnior Maranhão restabeleceu a igualdade após uma defesa incompleta de Rui Patrício ao remate de Alibec, num lance em que fica a ideia que Piccini e Mathieu poderiam ter feito melhor.

A primeira parte acabaria por se desenrolar sem mais golos, ainda que com alguns lances interessantes e boas oportunidades, quer por parte do Sporting - com Bruno Fernandes a isolar Doumbia (aos 32') e uma excelente investida de Gelson, num contra-ataque que acabou com um remate de Battaglia por cima (aos 45') -, quer por parte do Steaua, quando Filipe Teixeira colocou a bola em Alibec e este voltou a tentar surpreender Patrício, rematando de repente e com força, num lance que, ainda que a cerca de 25 metros da baliza, colocou o guardião português em sentido.

Bruno Fernandes em todos os lances

Na segunda metade, foi o Steaua que começou melhor e bastante pressionante, com vários lances de perigo, mas os «leões» aguentaram-se bem e voltaram a ser felizes. Aos 60', já com o recém-entrado Bas Dost, Acuña respondeu da melhor forma - e com um pouco de sorte, diga-se - a mais um excelente passe de Bruno Fernandes, colocando os verdes e brancos de novo na frente do marcador. Se neste ponto, a 30 minutos do final da partida, voltar a precisar de mais 2 golos para passar parecia uma tarefa cada vez mais complicada para os romenos, Gelson fez questão de tornar as coisas ainda piores para o adversário. Aos 64', o extremo recebeu mais um passe de Bruno Fernandes (e que jogo fez o internacional sub-21!) e, com a bola controlada, rematou na passada e de forma bastante colocada, sem hipóteses para Nita. 

A partir do 1-3, o Steaua - obrigado a vencer - tinha uma tarefa hercúlea pela frente e o Sporting ganhava cada vez mais terreno e confiança em campo. Daí até ao 1-5, foi uma questão de tempo. Aos 75', Dost correspondeu da melhor forma a um cruzamento de Gelson (solicitado por Bruno Fernandes, mais uma vez) e aos 88' foi a vez de Battaglia fazer o gosto ao pé, após uma grande jogada com Coentrão (servido por Bruno, claro está) e Bas Dost, em que o argentino - que até havia baixado a cabeça para deixar a bola para o avançado - acabou por ser o feliz contemplado, fechando o marcador num impressionante 1-5

Finda a partida, os «leões» regressam a Portugal com o sentimento de missão cumprida e aguardam, agora, o sorteio de Liga dos Campeões para ficarem a conhecer os adversários que terão pela frente na prova.

Continue a acompanhar a atualidade desportiva aqui, em Vavel Portugal.