Acosta: o «Matador» de Alvalade

Alberto Acosta representou o Sporting entre 1998 e 2001. O avançado argentino, deixou saudades nos adeptos leoninos e os seus golos valeram um campeonato, que fugia há 17 anos.

Acosta: o «Matador» de Alvalade
Acosta: o «Matador» de Alvalade

«Velho», «acabado para o futebol» foram expressões usadas por muitos, quando em 1998, Beto Acosta chegou a Portugal para representar  o Sporting.

De facto a primeira época do avançado argentino, parecia indicar que os adjectivos batiam certo, pois em treze jogos apontou três golos. Só que como em tantos e tantos casos já vistos no mundo do futebol, por vezes os jogadores precisam de se adaptar a uma nova realidade, principalmente aqueles que saem da América do Sul para a Europa.

E essa «tese» mais uma vez ficou validada no caso de Acosta, já que na segunda temporada com a camisola dos leões ao peito, o argentino foi uma das peças determinantes, naquela que viria a ser a conquista de um campeonato que fugia há 17 anos.

Titular indiscutível no onze verde e branco, Acosta fez 23 golos em 33 partidas jogadas no campeonato, sendo o segundo melhor marcador da prova, atrás de Mário Jardel então ao serviço do FC Porto.

Em 2001 no último ano ao serviço do Sporting, o «Matador» como foi apelidado em Alvalade fez mais 18 golos em 32 desafios. No total Acosta, jogou 99 encontros pelo emblema leonino e marcou por 68 ocasiões.


Share on Facebook