Análise ao mercado: Benfica

O Benfica sagrou-se tetracampeão em Portugal e vários jogadores tiveram um destaque internacional, conquistando assim o interesse de vários clubes. Para combater esse interesse, o Benfica tem ido ao mercado para se reforçar.

Análise ao mercado: Benfica
Análise ao mercado: Benfica

Com as saídas confirmadas de Ederson para o Manchester City e de Lindelof para o Manchester United, o Benfica tem de se reforçar a nível da defesa. Até agora, apenas Patrick Vieira, lateral direito do Marítimo, e Alex Pinto, defesa central do Vitória de Guimarães, são os reforços confirmados para o eixo da defesa.

Na baliza, o clube encarnado já contratou André Moreira e recomprou Bruno Varela, ficando assim com quatro guarda redes disponíveis, sendo que Paulo Lopes deverá ingressar num cargo na estrutura do Benfica.

No meio-campo, o Benfica tem recebido propostas tanto pelo médio grego Samaris, como pelo português Pizzi, e decidiu então contratar Filip Krovinovic ao Rio Ave, podendo o croata jogar tanto a "8" como a "10". Também contratou um jovem de apenas 21 anos ao Viktoria Plzen, Martin Chrien, que tem características de um verdadeiro box to box.

Na frente de ataque, para colmatar uma ou talvez duas saídas, os encarnados contrataram o avançado suíço Seferovic e fala-se de um possível regresso do brasileiro Lima.

A nivel de extremos o Benfica encontra-se bem servido, mas viu Chris Willock terminar o seu vínculo com o Arsenal e não exitou em contratar o jovem britânico de apenas 19 anos. Também Salvador Agra ingressou o Benfica, mas é pouco provável que fique na equipa.

Os encarnados também contam com vários regressos que acabaram o seu período de empréstimos, assim como João Carvalho, Celis, Derley, Marçal, Murillo, etc.

Com vários nomes a serem associados à porta de saída, assim como Nelson Semedo ou Grimaldo, um dos maiores desafios que Rui Vitória terá de enfrentar será reformular a defesa, colmatando assim a saída de vários jogadores titulares.