Porto vence Belenenses e coloca a pressão no lado do Benfica (3-0)

Futebol Clube do Porto venceu o Belenenses por 3-0 e assume o primeiro lugar, colocando a pressão do lado do Benfica. Danilo, Soares e Brahimi fizeram os golos portistas.

Porto vence Belenenses e coloca a pressão no lado do Benfica
(3-0)
Porto vence Belenenses e coloca a pressão no lado do Benfica (3-0)

FC Porto venceu o Belenenses por 3-0 e passa assim para o primeiro lugar da Liga NOS, mas com o jogo a mais que o Benfica.

Aproveitar as oportunidades 

Num jogo em que só a vitória interessava aos dragões, o treinador Nuno Espírito Santo não operou grandes alterações no onze. Voltou a optar por André Silva em detrimento do mexicano Corona e o central Boly substituiu o castigado Marcano.

Quanto ao Belenenses, o técnico Quim Machado voltou a apostar no onze em que tem mais confiança, contando com a velocidade e qualidade dos seus atacantes para surpreender no contra-ataque.

Como era de esperar, o ritmo e controlo de jogo pertenceram à equipa da casa com o Belenenses a ter pouca iniciativa de jogo, procurando sempre ataques rápidos para surpreender a equipa adversária.

Numa primeira parte sem grandes chances de golo para ambos os lados, foi mesmo o Porto a passar para a frente do marcador aos 37 minutos através de um livre marcado no lado esquerdo do ataque portista por Brahimi. O argelino cruzou para a área, André Silva ganhou no ar e cabeceou a bola para onde estava Danilo e, este, rematou para o fundo das redes. Estava feito o 1-0 e a equipa da casa ficava mais tranquila no jogo.

Danilo foi o primeiro a marcar no Dragão
Danilo foi o primeiro a marcar no Dragão

Depois do golo, não houveram lances de perigo e as equipas partiram para os balneários com os dragões a serem, claramente, a melhor equipa.

Marcar, pontuar e liderar 

Para a segunda parte, ambos os treinadores mantiveram os mesmos onzes. O Belenenses entrou melhor para o segundo tempo e começou a ter alguma iniciativa de jogo, em comparação ao que tinha ocorrido na primeira parte.

A primeira grande chance da segunda parte partiu do ataque do Porto, com Oliver a ultrapassar o guarda-redes adversário e a rematar, mas o defesa Domingos Duarte negou o golo em cima da linha.

Óliver deixou o aviso do que se revelava inevitável. O segundo golo aparece ao minuto 70 com o recém entrado Corona a causar estragos na defesa da equipa de Belém. Após uma boa jogada no lado direito, o mexicano cruza para a área onde estava Soares que, com um cabeceamento bem colocado, bateu o guarda-redes e, assim, terminou a sua série de jogos sem marcar.

Com um Belenenses sem capacidade para responder, o Porto chegou mesmo ao terceiro. Brahimi, com uma boa jogada individual, é derrubado na grande área por Domingos Duarte com o árbitro a assinalar grande penalidade. A responsabilidade coube a Brahimi que não facilitou e marcou o terceiro golo portista no minuto 74. Após este tento, a equipa da casa limitou-se a controlar o jogo.

Brahimi esteve em grande esta tarde
Brahimi esteve em grande esta tarde

Concluindo, foi uma vitória fácil do Porto num jogo em que foram raras as iniciativas por parte do adversário. Os dragões controlaram durante toda a partida num resultado que se revela totalmente justo.

Esta vitória coloca os dragões no primeiro lugar da Liga NOS, com mais um jogo que o Benfica. Deste modo, a pressão passa para o lado dos encarnados que têm que vencer para permanecer no topo da classificação. No que toca ao Belenenses, mantém-se no 12º lugar do campeonato. 

 


Share on Facebook