Paulo Oliveira: passo a passo rumo à titularidade

De terceira escolha para titular, Paulo Oliveira tem vindo, pouco a pouco, a ganhar o seu espaço, não só no plantel do Sporting, como também no onze titular. O central português começou a temporada como um central de recurso, parecendo não ter possibilidade de disputar o lugar com a dupla Coates/Semedo. Contudo, Paulo Oliveira não desistiu, tendo vindo gradualmente a marcar a sua posição.

Paulo Oliveira: passo a passo rumo à titularidade
Paulo Oliveira: passo a passo rumo à titularidade

Depois de uma excelente época passada no que ao sector defensivo diz respeito (melhor defesa do campeonato), o Sporting parecia entrar na nova temporada com uma defesa definida, e que sofreria alterações apenas em caso de necessidade, ou em jogos de menor exigência. Dentro da linha defensiva leonina, o eixo central parecia ser o ponto mais forte, com Coates e Rúben Semedo, aparentemente de pedra e cal.

Como alternativas a esta dupla, Jorge Jesus tinha ainda o recém-chegado Douglas, e ainda Paulo Oliveira, central do plantel há mais anos em Alvalade.
Perante a solidez demonstrada na temporada passada, seriam de esperar muitas dificuldades para estes dois centrais em lutarem por um lugar no onze. Contudo, e com o avançar do calendário, verificou-se que, inexplicadamente, a mesma defesa que oferecera tantas garantias na época passada, ficava agora muito aquém do demonstrado alguns meses antes.


Apesar dessa situação, Paulo Oliveira apenas ia somando minutos, ou em jogos de menor grau de dificuldade (ex.Taça de Portugal, Taça da Liga), ou em caso de necessidade extrema, como foram os casos dos jogos europeus diante de Borussia Dortmund e Legia de Varsóvia. Apesar disso, e da sua qualidade lhe poder proporcionar a saída para outro clube onde pudesse jogar mais regularmente, Paulo Oliveira não esmoreceu e continuou a demonstrar todo o seu profissionalismo e confiança nas suas capacidades. Algo que acabou por ter a sua recompensa.

Com efeito, a estreia a titular para o campeonato surgiu em inícios de 2017, mais propriamente na partida caseira diante do Feirense. O central famalicense "beneficiou" então de uma lesão sofrida por Rúben Semedo no jogo anterior, tendo contribuído para o triunfo dos leões.


Desde então, e com Semedo já recuperado, Paulo Oliveira foi titular em cinco dos últimos oito encontros dos leões, tendo apenas ficado no banco nos desafios diante do Moreirense e FC Porto. O central português parece ter ganho o seu lugar na equipa leonina, constituindo hoje séria concorrência no eixo da defesa verde-e-branca. O Sporting somou esta jornada o seu segundo jogo seguido sem sofrer golos, dois jogos onde Paulo Oliveira foi titular. Assim, e ao que tudo indica, a aposta de Jesus será mesmo para manter.


Share on Facebook