Chaves de sucesso imediato

Podia ter jogado a edição anterior da Liga, mas apenas um ano mais tarde o Desp. Chaves tem impressionado os adeptos e a crítica no seu regresso à I Liga.

Chaves de sucesso imediato
Chaves de sucesso imediato | Foto: Site Oficial GD Chaves

A cada temporada existe sempre uma equipa sensação, tida no início da temporada como detentora de aspirações que na prática acaba destinada a ultrapassar. Esta temporada, atendendo aos resultados conseguidos até agora, esse estatuto terá de ser atribuído ao Desportivo de Chaves numa daquelas histórias que parece de encantar mas que se encontra também assente em muito treino e trabalho desenvolvidos.

Mais até do que pelos resultados, o Desp. Chaves impressiona pela qualidade do futebol praticado e pela facilidade com que chega ao último terço do terreno, o que a torna uma equipa muito rematadora e difícil de contrariar. Com tudo isto, uma equipa que parece ter chegado, visto, vencido e até convencido.

Subida com duas temporadas de atraso

Neste primeiro terço de temporada o Chaves parece ter conquistado os seguidores do futebol nacional; dentro em breve, terá uma oportunidade ainda mais aliciante, que é a de deixar o poderoso FC Porto de fora da Taça de Portugal, pressionando anda mais um dragão que continua sem deter a liderança da Liga NOS e que procura, sem garantias, regressar aos títulos ao fim de três temporadas sem nada conquistar.

Até lá, o conjunto transmontano vem justificando os motivos pelos quais alcançou a subida a partir da Ledman LigaPro um ano depois de ter estado a segundos de o conseguir mercê de um golo de André Carvalhas que em 2014/2015 garantiu o título da II Liga ao Tondela e que ao mesmo tempo apurou… o União da Madeira, que em Marvila derrotava o Oriental.

Passada a decepção, os flavienses deitaram mãos à obra e aumentaram a aposta num plantel ambicioso que agora parece deixar bem claro que a manutenção será mesmo uma questão de tempo… e de pontos.

Versatilidade do sistema táctico

As sucessivas prestações do Chaves sustentam os bons resultados e até as já acima descritas oportunidades sucessivas de golo apontam a esta equipa um futuro promissor até porque possui ainda uma versatilidade táctica a ter em conta e que permite que a estratégia adoptada possa variar entre o 4x4x2 e o 4x3x3 sem prejuízo para os seus processos de jogo dependendo também do rival que defronta.

Sem estar preso a um único esquema, o destaque prende-se pela mentalidade ofensiva que tem dado frutos: o Desp. Chaves é para já o ’campeão dos outros’, ocupando um surpreendente 5º posto que no final da época garantiria o regresso ás competições europeias, nomeadamente a Liga Europa, depois de nos anos 80 e 90 ter vivido um período áureo que levou mesmo a que chegasse a disputar a então Taça UEFA antes do cenário de descida em 1999. Atendendo ao valor já demonstrado, porque não pode este Chaves sonhar?  


Share on Facebook