Rafa: A transferência mais cara da história entre clubes da liga portuguesa

Internacional português pode fazer a sua estreia frente ao Arouca.

Rafa: A transferência mais cara da história entre clubes da liga portuguesa
Rafa Silva é o jogador português mais caro em transferências internas | Foto: Twitter Oficial SL Benfica

A novela da contratação do jogador do SC Braga durou até à última hora do mercado de transferências, mas acabou por correr bem. Deixou o Sporting de Braga e transferiu-se para o Benfica a troco de 16,4 milhões de euros (a transferência mais cara da história entre clubes da liga).

O caminho inverso será feito por Rui Fonte e Junior Benítez. Rui Fonte a titulo definitivo e Benítez por empréstimo durante a próxima época. Rafa impôs a sua vontade e avisou toda a gente envolvida no negócio de que se não fosse para o Benfica, não iria sair do SC Braga.

Depois de ter estado ligado ao FC Porto e, mais tarde, ao Sporting, o médio de 23 anos realçou a sua posição em relação à saída. O ultimato de Rafa foi uma das chaves para desbloquear um negócio que demorou a ficar concluído entre “encarnados” e bracarenses. “Sinto-me muito bem. Tudo se resolveu. Estou muito contente por aqui estar. Desde que houve o interesse do Benfica foi sempre a minha escolha. A escolha foi fácil. A minha família é daqui e o Benfica é tricampeão e luta por grandes objetivos”, afirmou, em declarações à Benfica TV.

Depois de passar pelo Museu Cosme Damião, Rafa visitou o Estádio da Luz e deixou uma palavra aos adeptos. “Podem esperar muito trabalho, dar sempre tudo e nunca desistir. Quero ajudar este clube a ir mais longe. Ainda mais pois já é o que é.” Formado no Alverca, o atual reforço do Benfica mudou-se para Santa Maria da Feira ainda em idade de júnior. Chegou aos Seniores em 2012/13 onde marcou 11 golos em 47 jogos oficiais. Deu nas vistas e viajou um pouco mais para norte, até ao Minho.

Nos arsenalistas fez três épocas completas e iniciou esta. No total realizou 127 partidas e marcou 26 tentos. O médio vai ser o 27. Este número estava livre no plantel de Rui Vitória, sendo que o último jogador a adotá-lo foi o alemão Hany Mukhtar, atualmente emprestado ao Brondby.

Também os selecionadores portugueses não têm passado ao lado do talento de Rafa, já que tanto Paulo Bento, como Fernando Santos, apostaram nas convocatórias do jogador de Vila Franca de Xira para representar a seleção das Quinas. Conta com 9 internacionalizações até ao momento, e esteve nas convocatórias finais para o Mundial 2014 e Euro 2016, onde se sagrou campeão europeu. O antigo médio e capitão do Benfica, Vítor Paneira vê Rafa Silva como o possível sucessor de Nicolas Gaitán, argentino que este verão se transferiu da Luz para o Atlético Madrid. “O Gaitán saiu do Benfica como uma referência de grande qualidade nos últimos anos. São jogadores que ocupam a mesma posição mas com características diferentes. Rafa é muito mais vertical e vai tentar fazer esquecer o Gaitán.” E descreve o jogador como “forte na transição, que desequilibra e que em pouco espaço cria situações de golo.” Paneira disse ainda que Rafa tomou a decisão mais acertada ao escolher o Benfica depois de ter a possibilidade de jogar no FC Porto ou no Sporting: “Vai para o tricampeão e para uma equipa que está num ciclo vencedor. Será uma opção extraordinária para o Benfica e o jogador vai sair altamente valorizado.

Com a saída de Rafa para o Benfica, o SC Braga rapidamente fechou a contratação do jovem extremo brasileiro Douglas Coutinho (ex-Cruzeiro). A estreia de Rafa pode ser já na próxima jornada frente ao Arouca.


Share on Facebook