A evolução de Mitroglou: a marcar há 7 jornadas consecutivas

O grego Kostas Mitroglou colocou dúvidas no início, mas agora é parte fulcral no ataque das águias numa parceria inquestionável com Jonas. O grego conta já com 13 tentos no Campeonato, dos quais 9 foram marcados nas últimas 7 jornadas.

A evolução de Mitroglou: a marcar há 7 jornadas consecutivas
Foto: Facebook do Sport Lisboa e Benfica

Foi com expetativa que Mitroglou chegou à casa das águias, pronto para dar o seu melhor e levar o Benfica longe na conquista do título. O grego parecia uma boa aquisição para o ataque benfiquista, que acabava de perder a peça fulcral Lima, contudo desde cedo que se duvidou se Mitroglou estaria à altura. O entendimento com Jonas não era o melhor no início da temporada, e o grego era mais um a não ajudar o Benfica a sair da sua má fase, tendo marcado apenas 4 golos nas primeiras 16 jornadas do Campeonato. 

Os dois atacantes pareciam relutantes em encontrar um entendimento, contudo, quando o Benfica começou a dar sinais de melhoria, também a dupla ofensiva se revelou muito mais potente e com um entendimento que não mais fazia as bancadas da Luz ficarem insatisfeitas. De facto, se Jonas está na corrida pela Bota de Ouro também se podem dar elogios a Mitroglou, que tem também melhorado a sua prestação no Benfica e, de momento, está perto de bater um record do clube da Luz - desde a jornada 17 que marca sem nunca falhar, somando um total de 9 golos nestas 7 jornadas.

Mitroglou perto de fazer História

Com estes registos, o grego está perto de entrar diretamente para a História das águias, caso consiga faturar frente ao União da Madeira na próxima jornada e frente ao Sporting, na seguinte. De facto, quem detém o recorde de mais jornadas seguidas a marcar é mesmo o nunca esquecido Eusébio, cujo registo remonta à época de 1964/1965, há precisamente 52 épocas. O craque de tempos antigos chegou a marcar por 9 jornadas consecutivas, num total de 21 tentos. A última vez que alguém esteve perto de apanhar o Pantera Negra foi mesmo Cardozo, em 2011/12, quando marcou em 7 jornadas seguidas um total de 8 golos, tendo já Mitroglou ultrapassado o registo do paraguaio no Benfica (dado que marcou mais 1 golo numa quantidade igual de jornadas). 

Para estes resultados de distinção, em muito contribuiu o coletivo do Benfica. Não só a equipa joga mais para o grego como o entrosamento com Jonas melhorou a olhos vistos, permitindo a Mitroglou saber para onde ir e o que fazer para bater os oponentes. A mobilidade do brasileiro permite a Mitroglou ganhar espaço na defesa contrária, colocando-se no sítio certo para ganhar cruzamentos geniais dos extremos. Para além disto, é importante referir que tanto a robustez física como o instinto matador do avançado, o bom jogo aéreo e o instinto goleador o tornam muito difícil de parar, o que resulta sem dúvida a favor das águias. 

Foto: Facebook do Sport Lisboa e Benfica
Foto: Facebook do Sport Lisboa e Benfica

Perante este cenário, resta continuar a observar de perto o desenvolvimento deste avançado que tanto tem evoluído na sua prestação por terras lusitanas. Apesar de não estar perto de alcançar os golos de Jonas (o brasileiro é neste momento o melhor marcador do campeonato, com 24 tiros certeiros), o grego é uma peça indispensável do xadrez de Rui Vitória e consegue mesmo faturar em ocasiões decisivas para o Benfica (recorde-se o tento contra o Porto que, apesar de não ter dado a vitória às águias, as colocou em vantagem na partida). O seu percurso é sem dúvida interessante e poderá mesmo culminar com um marco na História do Benfica, caso Mitroglou aponte as setas fulminantes e concretize nos próximos 2 jogos.


Share on Facebook