SC Braga x Rio Ave: Os bracarenses querem repetir a final do ano passado

Só há lugar para uma das duas equipas na final do Jamor. Numa fase tão avançada da competição não há favoritos, numa luta que se prevê apaixonante.

SC Braga x Rio Ave: Os bracarenses querem repetir a final do ano passado
(foto: Record.pt)

O SC Braga recebe, na próxima quinta-feira, na primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, o Rio Ave e quer adiantar-se na corrida por um lugar na final do Jamor a 22 de Maio.

A equipa liderada por Paulo Fonseca não perde há seis jogos, em todas as competições, e quer continuar com a onda positiva na receção à equipa de Vila do Conde. Para isso, terá de enfrentar o organizado Rio Ave, que ao comando de Pedro Martins se encontra no sétimo lugar da Liga.

O caminho até às meias

Para chegarem até as meias-finais, os  «arsenalistas» eliminaram a Académica, Farense, Arouca e foram protagonistas de um dos melhores jogos da temporada frente ao Sporting, onde venceram a equipa de Alvalade por 4-3 em casa.

Tirando o jogo contra a equipa leonina, os bracarenses não concederam qualquer golo até agora, mostrando que, defensivamente, são uma equipa sólida e difícil de bater.

Por sua vez, o Rio Ave eliminou o União da Madeira, Paços de Ferreira, Vitória de Setúbal e Estoril. Será, assim, posto à prova num teste teoricamente mais difícil frente ao 4º classificado do campeonato nacional.

Até aqui, ambas as equipas sofreram três golos na competição. Estas são apenas separadas quando falamos dos golos marcados: o SC Braga leva a melhor sobre a equipa vilacondense com 11 golos marcados contra os 9 do Rio Ave.

Paulo Fonseca quer repetir a final do ano passado

foto: SCBraga.pt
foto: SCBraga.pt

O treinador de 42 anos sabe da importância do desafio que se avizinha e quer dar um passo em frente no caminho até à final do Jamor.

«Não estarei a exagerar que poderá ser um dos jogos mais importantes da época até este momento para as duas equipas. O que pretendemos é vencer o jogo sem sofrer golos. Queremos também realizar um bom jogo, frente a uma equipa com qualidade, com jogadores experientes e que já lidaram com momentos idênticos a este. Da parte do SC Braga há a garantia de que teremos uma equipa ambiciosa. Não queremos desperdiçar a oportunidade de estar mais uma vez na final da Taça e por isto tudo é natural que o jogo seja fundamental», afirmou Paulo Fonseca, deixando bem clara a estratégia que a sua equipa quer seguir.

Pedro Martins admite a importância da competição

foto: pt.uefa.com
foto: pt.uefa.com

O treinador do Rio Ave, numa primeira abordagem ao próximo jogo frente aos «arsenalistas», garantiu que a Taça de Portugal é o objetivo principal da sua equipa, logo a seguir ao campeonato, desde o início da época.

«A taça sempre foi o nosso objetivo, para lá do campeonato», referiu.

O técnico de 45 anos não sabe ainda se poderá contar com Heldon, uma das principais baixas para o eixo atacante da sua equipa.

Com as armas apontadas à final

Braga e Rio Ave têm planteis diversificados, e, mesmo não tendo os mesmos recursos de outros clubes portugueses, possuem armas no seu plantel que podem fazer a diferença.

Os bracarenses podem contar com o criativo Rafa Silva, que tem dado muito nas vistas nos últimos jogos e chegou a ser, no período de transferências passado, apontado ao Futebol Clube do Porto. Enquanto Rafa fica encarregue dos desequilíbrios, Wilson Eduardo fica com a responsabilidade de concretizar. O antigo jogador do Sporting já conta com 2 golos na Taça de Portugal. Para além destes dois jogadores, há ainda Nikola Stojiljkovic. O sérvio é o melhor marcador dos minhotos na Liga, com 8 golos.

O Rio Ave, por sua vez, terá que lidar com estas ameaças, mas terá também argumentos para apresentar. Os vilacondenses têm em Ukra o criativo, em Hélder Guedes, avançado de 28 anos, o concretizador e poderão contar também com Yazalde.

O confronto direto

As duas equipas já se defrontaram por três vezes esta época, e o saldo é equilibrado: um empate e uma vitória para cada lado. Em casa, o Rio Ave superou os «arsenalistas», vencendo por 1-0, porém, na segunda volta, os bracarenses golearam em casa por 5-1. Jogo que foi seguido por um empate a contar para a taça da liga sem golos.

Dados que servem apenas para apimentar ainda mais este duelo entre duas equipas que querem estar na final.

As cartas estão lançadas, e este será com certeza um jogo a não perder. A ambição de ganhar um dos trofeus mais prestigiados a nível nacional cresce à medida que as equipas se vão aproximando do grande objetivo que é a chegada à final.

Pedro Santos, avançado de 27 anos bracarense foi o porta-voz da equipa mostrando a ambição que os move para chegarem ao Jamor: «O nosso objetivo passa por ganhar o jogo e estar na final. Sabemos o que nos espera, já nos defrontámos três vezes. O Rio Ave tem muita qualidade e jogadores na frente que desequilibram», afirmou o avançado, concluindo ainda que «Esta cidade e este clube já merecem conquistar a Taça de Portugal», afirmou.

 


Share on Facebook