Estoril x FC Porto:  exibição convicente é fundamental

O FC Porto, para além da vitória, vai querer regressar às boas exibições, depois de vários jogos onde o nível exibicional foi muito pobre, Pela frente vai ter o Estoril, uma equipa que vai fazer de tudo para garantir os 3 pontos.

Estoril x FC Porto:  exibição convicente é fundamental
Na primeira volta o FC Porto venceu por duas bolas a zero. (Foto: Fábio Poço/Global Images)
Estoril
FC Porto

FC Porto viaja este sábado até ao Estoril, num jogo em que o principal objectivo, tem de passar pela vitória, para continuar na luta do campeonato. Para os «canarinhos», sem grandes objetivos neste fase da época, a única itenção é fazer o melhor possível para tentar se ditanciar o máximo possível dos últimos lugares da tabela.

Ainda assim, os dragões não vão querer só a vitória. Uma boa exibição é o que se pede aos jogadores, visto que algo já não acontece há algum tempo. Os azuis-e-brancos vêm de uma derrota a meio da semana para a Taça da Liga frente ao Feirense, sendo que no último jogo para o campeonato, contra o Marítimo, só os três pontos se salvaram.

O nível exibicional nesse jogo chegou ao medíocre e com certeza que José Peseiro não terá gostado do que os seus pupilos fizeram. Aliás, Peseiro que até é conhecido pelo excelente futebol que as suas equipas praticam (o ganhar títulos já é outra história), terá muito trabalho pela frente sendo que o tempo em que está à frente da equipa ainda poderá não ter chegado para implementar completamente as suas ideias pelo que ainda não se pode culpar o técnico.

Em relação a isso Peseiro mostra-se tranquilo: «Vamos ter mais dias para colocarmos as ideias de forma diferente. Passo a passo, até porque há jogadores que chegaram ontem, tendo alguma intensidade, sabemos que vamos estar mais perto do que queremos fazer. Emocionalmente estamos mais fortes, ganhámos ao Marítimo, estamos mais confiantes», afirmou o treinador portista na conferência de imprensa de antevisão do encontro da 20.ª jornada. 

(Foto: Miguel Riopa/AFP/Getty Images)
(Foto: Miguel Riopa/AFP/Getty Images)

Já o Estoril tem realizado uma época muito irregular estando neste momento no 10º lugar da tabela classificativa. Depois de duas derrottas consecutivas, uma na Taça de Portugal (3-0 contra o Rio Ave) e outra para o campeonato (2-1 frente ao Benfica), ganharam o último jogo frente ao Moreirense por 3-1. Os «canarinhos» sabem que terão uma tarefa difícil pela frente mas farão os possíveis para conquistarem alguns pontos ao FC Porto.

Para se manterem nos 10 primeiros lugares da tabela, terão que começar a croubar mais pontos aos seus adversários. Fabiano Soares mostra-se confiante: «A equipa vai fazendo bons jogos contra os grandes, mas não está a ter sorte nos resultados. Vamos enfrentar uma super equipa, com grandes jogadores, mas temos uma estratégia para este jogo. Espero que dê certo e possamos ter um dia espetacular.»

História diz que Amoreira é tradicionalmente um campo difícil para os dragões

O FC Porto cada vez que vai à Amoreira não tem vida fácil e com certeza que amanhã não será excepção. A última vitória portista neste campo remonta a outubro de 2012. Questionado perante essa estatísca, José Peseiro não deu importância e desvalorizou-a: «Todos os jogos são importantes para o FC Porto, independentemente do local, da hora, da classificação... O Estoril é um jogo difícil, mas não vamos agarrar-nos a resultados anteriores. História é história», afirmou.

Convocados FC Porto:

Marega, contratado neste mercado ao Marítimo, consta na lista de convocados. (Foto: maisfutebol)
Marega, contratado neste mercado ao Marítimo, consta na lista de convocados. (Foto: maisfutebol)

Guarda-redes: Helton e Casillas. 

Defesas: Maxi Pereira, Martins Indi, Maicon, Marcano, Miguel Layún e José Ángel. 

Médios: Rúben Neves, Danilo, André André, Herrera e Sérgio Oliveira. 

Avançados: Varela, Corona, Brahimi, Aboubakar, Marega e Suk.

Em torno desta partida fica a curiosidade de saber em que sistema táctico irá jogar o Porto. Como é sabido, José Peseiro dá preferência ao 4-4-2 losango, sistema que não tem sido comum nos dragões ao longo dos tempos. Foi utilisado no último jogo mas a exibição ficou muito a desejar e é uma incógnita saber se Peseiro irá arricar novamente ou se vai ainda esperar algum tempo até utilizar o seu esquema tático predileto para o campeonato. Caso o utilize amanhã, é muito difícil adivinhar quais serão os jogadores em campo.

Convocados Estoril:

Guarda-redes: Pawel Kieszek, Georgemy e Rúben Díonisio. 

Defesas: Yohan Tavares, Lucas Farias, Anderson Luís, Mano, Diakhité e Diego Carlos. 

Médios: Afonso Taira, Anderson Esiti, Diogo Amado, Mattheus, Leandro Chaparro e Matheuzinho. 

Avançados: Léo Bonatini, Gerso, Michael, Marion e Felipe Augusto. 

Em relação ao Estoril, o onze inicial não deve fugir muito do hábitual. Destaque o regresso de Afonso Taire e a estreia de Lucas Farías nos convocados. De fora continuam Tijane, Bruno Miguel e Mendy, todos entregues ao departamento médico do clube. 


Share on Facebook