Liga Europa : Ajax e Manchester United mais perto da final de Estocolmo

Holandeses e ingleses venceram, respectivamente, Lyon (4-1) e Celta de Vigo (0-1).

Liga Europa : Ajax e Manchester United mais perto
da final de Estocolmo
| Foto: UEFA.com

Ajax e Manchester United deram um passo de gigante para se encontrarem na final da Liga Europa, em Estocolmo (Suécia), confirmando assim o favoritismo que lhes era apontado na 1ª mão das meias-finais desta competição. 

Ontem, no Amsterdam Arena, o histórico clube holandês cilindrou o Lyon (4-1), ficando mais perto de voltar a disputar uma final europeia- a última vez que tal sucedeu foi há 21 anos, em 1995/1996, com a final da Liga dos Campeões então perdida para a Juventus.

Frente ao conjunto do guarda-redes português Anthony Lopes, os anfitriões construíram a vitória com golos de Bertrand Traoré (25' e 71'), Kasper Dolberg (34'), e de Amin Younes (49'). Já os franceses apenas conseguiram responder através de Valbuena, aos 66'. Num embate marcado pelas grandes fragilidades defensivas de ambas as equipas, valeram as actuações decisivas dos respectivos guardiões, evitando que o resultado registasse valores ainda mais elevados. As duas formações voltam a encontrar-se daqui a uma semana, em solo francês. 

O Ajax venceu o Lyon por 4-1
O Ajax venceu o Lyon por 4-1

Já hoje, o Manchester United de José Mourinho conseguiu uma ligeira mas preciosa vantagem (0-1) na visita à Galiza. Relativamente aos jogos do fim de semana passado, ambos os treinadores promoveram 15 alterações nos onzes iniciais (9 para o United, 6 para o Celta), o que diz bem da importância que esta partida representava para as suas aspirações- os espanhóis chegam pela primeira vez às meias-finais de uma competição europeia, enquanto que os “red devils” procuram o passaporte para Estocolmo que, em caso de vitória, lhes garantirá o acesso directo à fase de grupos da próxima edição da Liga dos Campeões. 

Após uma entrada em campo afirmativa dos ingleses, foi o Celta o primeiro a criar perigo, através do cabeceamento de Daniel Wass (10’). A partir daí, só deu Manchester United, que podia ter chegado ao intervalo em vantagem, não fossem as soberbas defesas de Sergio Alvarez aos remates de Rashford (20’), Mikhtaryan (35’) e Lindgard (38’). 

O Manchester United parte em vantagem para a segunda-mão
O Manchester United parte em vantagem para a segunda-mão

No segundo tempo, os homens da casa pareceram dar sinais de querer inverter o pouco atrevimento demonstrado até então: aos 51´, Iago Aspas cabeceou com perigo para a balizar de Romero, sendo que 8 minutos volvidos foi o guarda-redes argentino a brilhar perante um remate de Sisto. 

Aos 66´, e numa altura do jogo em que, porventura, nem estaria a merecer tanto marcar, a equipa do português adiantou-se no marcador, com um belo golo de Rashford, após a cobrança de um livre directo. Até ao apito final, o Celta apenas esboçou uma tímida reação ao tento sofrido, pelo inconformado Iago Aspas (72’), sendo que a vantagem nunca esteve verdadeiramente em causa para o Manchester United que, assim, continua a sua caminhada rumo à, cada vez mais determinante, final da Liga Europa.

 


Share on Facebook