Taça de Itália: Juve na final mesmo derrotada

A Juventus está na final da Taça de Itália, apesar desta noite ter sido derrotada pelo Nápoles por 3-2.

Taça de Itália: Juve na final mesmo derrotada
Higuain bisou na partida (Foto: gazetaesportiva.com.br)

A Juventus trazia uma vantagem de 3-1 da primeira mão desta meia-final, e isso dava-lhe algum conforto na eliminatória. De resto este era o segundo desafio entre as duas equipas no espaço de três dias, depois de no passado domingo, se terem encontrado também no San Paolo para o campeonato, num jogo que terminou empatado a uma bola.

O Nápoles cedo tentou chegar ao golo, mas Milik desperdiçou uma ocasião flagrante ao não ser capaz de bater o brasileiro Neto, em plena grande área.

A resposta da «Vecchia Signora», surgiu pouco depois da meia hora e com um golo daquele, que é actualmente o jogador mais detestado em Nápoles, Gonzalo Higuain. O argentino que trocou os napolitanos pela Juventus nesta temporada, rematou colocado e ainda de fora da área, sem hipóteses para Pep Reina.

Na segunda parte o jogo trouxe mais emoção e golos. A formação da casa chegou ao empate por intermédio de Hamsik aos 53' minutos, mas bastou esperar mais cinco para Higuain voltar a dar nova vantagem ao conjunto de Turim.

Ao minuto 61' Mertens saiu literalmente do banco para fazer o 2-2. O belga entrou em campo e aproveitou uma falha incrível do guarda-redes Neto, que deixou a bola passar por baixo do pé, para empurrar o esférico, empatando de novo o encontro.

O Nápoles daria mesmo a volta ao marcador através de Insigne, fazendo o 3-2. Faltavam ainda dois golos aos napolitanos para a reviravolta na eliminatória, mas a Juventus soube gerir bem o resto do tempo, e não deu mais margem de manobra.

Agora na final os bianconero vão defrontar a Lázio, que eliminou na outra meia-final a Roma. Os dois emblemas vão reeditar o confronto de 2015, que acabou com um triunfo da Juventus por 2-1, após prolongamento. O encontro decisivo está marcado para o próximo dia 2 de Junho.


Share on Facebook