José Mourinho: «Não estava deprimido, nem agora estou eufórico»

O técnico português relativizou as três vitórias seguidas, após os recentes maus resultados dos Reds.

José Mourinho: «Não estava deprimido, nem agora estou eufórico»
José Mourinho, num amigável de pré-época, frente ao Wigan Athletic. (Fonte: Getty Images)

No rescaldo da vitória frente ao Zorya, da Ucrânia, por 1-0, num jogo a contar para o grupo A da fase de grupos da Liga Europa, José Mourinho optou por relativizar a importância das últimas vitórias, quando comparadas com o passado recente negativo da equipa de Manchester.

«Tivemos três derrotas numa semana, agora somámos três vitórias noutra. Não estava deprimido com essas derrotas nem agora estou eufórico com estas vitórias.», frisou.

Recorde-se que, antes das recentes três vitórias - frente ao Zorya, Leicester e Northampton Town -, os Reds haviam perdido três jogos seguidos, perante o rival Manchester City, o Feyenoord e o Watford, um mau momento que levou a muitas críticas por parte dos media.

Em relação ao jogo desta quinta-feira, o Special One optou por realçar a qualidade do adversário e a dificuldade com que o United conseguiu conquistar três pontos. 

«Tivemos oportunidades para marcar na primeira parte e o jogo poderia ter sido diferente, mas não aconteceu. Eles organizaram-se, com muitos jogadores atrás da linha da bola e preparados para o contra-ataque. Foi difícil, mas vencemos.», afirmou.


Share on Facebook