Croácia x Portugal: O medo, a segurança e o Quaresma

Foi sofrer até à última. A Selecção Portuguesa atingiu na noite de ontem os quartos de final do Euro 2016 depois de bater a Croácia por 1-0 já no segundo tempo do prolongamento.

Croácia x Portugal: O medo, a segurança e o Quaresma
Quaresma foi o rosto de uma Nação quando marcou o golo da vitória lusa | Foto : Facebook UEFA Euro 2016

Aguentar, jogar, sofrer, desesperar e vencer. Estas cinco palavras podem definir em tudo o jogo da noite passada entre a Selecção da Croácia e Portugal. 

A selecção das Quinas atingiu os quartos de final onde vai encontrar a Polónia na próxima quinta-feira, mas foi preciso esperar e desesperar para saber quem é que ia lá chegar. 

Mais vale prevenir....

Era esperado que o jogo fosse prevenido de ambas as equipas, afinal de contas quem perdesse voltava para casa, mas a verdade é que aquilo que se viu ao longo de toda a primeira parte foi toda uma nova forma de dar a entender a expressão do "Jogar pelo seguro". 

Fernando Santos fez entrar o meio-campo verde e branco, juntou André Gomes e Nani a Cristiano Ronaldo e na defesa fez regressar Raphael Guerreiro para o lado esquerdo, estreou Cédric do lado direito e no centro colocou José Fonte lado a lado com Pepe. 

Muitas alterações? Com toda a certeza, mas a verdade é que deram resultado. Portugal entrou no jogo com o sector defensivo bem mais fechado e organizado do que aquilo que esteve no jogo com a Hungria, mas do outro lado estava a Croácia e Cacic pensou precisamente no mesmo. 

Jogada após jogada, os  homens em campo comportaram-se como se de um jogo de xadrez estivessemos a falar e aos 26  minutos... Xeque. Depois de um livre lateral uma jogada de entendimento entre João Mário e Guerreiro fez com que a bola chegasse à cabeça de Pepe... Saiu por cima. 

Até ao intervalo ainda houve tempo para dois sustos para a baliza de Rui Patrício, à passagem da meia hora e depois de Nani ter perdido uma bola, Perisic teve espaço e rematou, mas a bola acabou por sair ao lado.. 

Seguindo o exemplo do companheiro de equipa. Strinic viu a sua oportunidade, mas acabou por bater de frente com José Fonte. Enquanto que o meio-campo português se mostrava capaz de segurar as passagens croatas, do lado contrário esteve Modric que apesar das tentativas em passar por William e Adrien Silva acabou por desistir em grande parte das vezes. 

Modric esteve num duelo constante com Adrien Silva | Foto : Facebook UEFA Euro 2016
Modric esteve num duelo constante com Adrien Silva | Foto : Facebook UEFA Euro 2016

Intervalo e tudo a zeros. Descanso para uns, aquecimento para Renato Sanches e Rafa. Portugal precisava de velocidade, precisava de conseguir passar o meio-campo croata e fazer o que mais era preciso: Golos. 

3 Vidas e um Game Over 

A segunda parte foi mais do mesmo. Portugal foi tentando crescer, mas a verdade é que a falta de garra de André Gomes acabou por fazer entrar Renato Sanches aos 50'. 

Não foi imediato, mas a verdade é que desde que o antigo médio do Benfica entrou as coisas começaram a mudar, Portugal começou a crescer no terreno. 

Mas se Portugal cresceu, também a Croácia começou a estar mais atenta aos lances de oportunidades. Brozovic atirou por cima da baliza de Patrício e logo depois Renato teve nos pés a oportunidade de fazer o golo português. 

Uma excelente combinação com João Mário fez com que a bola chegasse à àrea contrária, os meninos de ouro dos rivais lisboetas fizeram tudo bem, mas  a verdade é que Renato acabou por rematar ao lado. 

Aos 64' fica por marcar uma grande penalidade a favor da equipa portuguesa. Nani acabou pontapeado nas costas na área croata, mas o juiz deixou passar. 

Portugal e Croácia melhoram muito no segundo tempo | Foto: Facebook UEFA Euro 2016
Portugal e Croácia melhoram muito no segundo tempo | Foto: Facebook UEFA Euro 2016

Até ao final do tempo regulamentar a Croácia ainda teve tempo de voltar a assustar.. Vida tentou por 3 vezes, mas desperdiçou todas as oportunidades e o resultado ia mesmo ser decidido no prolongamento ou... nas grandes penalidades. 

Finalmente! 

Já no prolongamento Fonte quase que ofereceu o golo a Kalinic, mas a Croácia uma vez mais não aproveitou, na sequência voltou Vida a atirar, mas a bola saiu por cima. 

E finalmente, chegou o momento: Depois de uma tentativa da Croácia, Cristiano Ronaldo recupera a bola, coloca em Renato que atravessa todo o tapete até à àrea contrária, faz o passe para Nani que devolve a Ronaldo.... 

O Capitão rematou, a defesa foi feita a um terço e Quaresma, de cabeça, fez o golo que levou à loucura milhões de adeptos nos quatro cantos do planeta. 

A sequência do golo de Quaresma | Foto: Facebook UEFA Euro 2016
A sequência do golo de Quaresma | Foto: Facebook UEFA Euro 2016

Até ao final, a bateria croata ainda teve tempo para mais uma tentativa, mas de nada valeu. O resultado estava feito e Portugal estava apurado para os quartos de final. 

Agora segue-se a Polónia. Na próxima quinta-feira às 20:00 horas temos nova final, para voltar a vencer!


Share on Facebook