Euro 2016: Antevisão dos 1/8 final - Sábado

É já este sábado que começam a jogar-se os oitavos-de-final do Euro 2016. Três jogos que prometem ser de emoção e espectáculo, com destaque especial para o Croácia x Portugal.

Euro 2016: Antevisão dos 1/8 final - Sábado
1/8 final arrancam sábado (Foto: risk-uk.com)

Pode dizer-se que o Euro 2016 a sério tem início este sábado, com o arranque dos oitavos-de-final. Agora não existe mais margem de erro, quem perder sai de cena e regressa a casa. As hostilidades são abertas com um Suiça x Polónia e encerram com o Croácia x Portugal, pelo meio teremos um duelo britânico entre Gales e Irlanda do Norte.

Suiços e Polacos jogam pela 11ª vez (Foto: mightytips.com)

Encontro inédito entre os dois países, que pela primeira vez se defrontam em fases finais de um campeonato da Europa. É verdade que já mediram forças em dez ocasiões, sendo no entanto oito delas em partidas amigáveis e as outras duas em qualificações para o Euro de 1980, com dois triunfos dos polacos. No total o registo é de uma vitória para os suiços, cinco empates e quatro vitórias da Polónia.

A última vez que se encontraram foi num amigável em 2014, que terminou com uma igualdade a duas bolas. O único triunfo dos helvéticos aconteceu em 1976 por 2-1, já os polacos golearam por 4-0 em 2001, ambos em encontros particulares. Na fase de grupos a Suiça terminou no segundo lugar do grupo A com quatro pontos, enquanto a Polónia ficou na mesma posição com sete pontos no grupo C.

São duas selecções com um estilo de jogo ofensivo, que procuram jogar o jogo pelo jogo e dar espectáculo. «Artistas» não faltam nos dois lados, na Suiça os médios XhakaShaqiri, na defesa o experiente Liechsteiner a juntar ao excelente guarda-redes que é Yann Sommer. Já a Polónia conta com uma dupla de ataque composta por Lewandowski e Milik, enquanto o lado direito é composto pelos velozes Piszczek na defesa e o extremo Kuba. Um jogo de favoritismo repartido, que pode cair para qualquer lado, dado o equilíbirio que existe entre as duas partes.

Gales e Irlanda do Norte em duelo histórico (Foto: mightytips.com)

Esta é uma partida que ganhou contornos para além do futebol, depois do Reino Unido ter votado em sair da União Europeia. De um lado vamos ter Gales que votou a favor dessa saída, e do outro a Irlanda do Norte, que votou contra. Esperemos que este aspecto não se faça sentir nas bancadas entre os adeptos, e que continuem a dar as provas de civismo e desportivismo, como têm feito até aqui.

No que ao jogo dentro das quatro linhas diz respeito, será histórico porque pela primeira vez as duas selecções apuraram-se para uma fase final de um campeonato europeu. Estarem frente-a-frente vai ser ainda mais especial até porque o passado futebolistico entre os dois países é quase centenário, digo quase porque esta vai ser a 99ª vez que Gales e Irlanda do Norte jogam entre si.

O historial é favorável aos galeses que venceram 44 encontros, contra 29 dos norte irlandeses tendo-se registado 25 empates. O último embate foi já em Março deste ano e terminou igualado a uma bola. A Irlanda do Norte irá procurar vencer algo que já não acontece desde 1980, quando ganhou por 1-0. Este é um desafio onde força e a vontade irão superar a técnica, principalmente no lado irlandês. As figuras maiores essas estão todas no lado galês, com Aaron Ramsey, Joe Allen e principalmente Gareth Bale, um dos melhores marcadores deste Euro 2016 com três golos. Por isso o favoritismo recai sobre Gales, mas já se sabe a bola é redonda e num encontro a eliminar, tudo pode acontecer.

Croácia e Portugal prometem um bom espectáculo (Foto: mightytips.com)

Este é o jogo que vai fazer parar o país. Pelas 20h00 Croácia e Portugal entram em campo para disputarem o acesso aos quartos-de-final. O registo de confrontos é 100% vitorioso para os portugueses, que venceram os três jogos disputados até hoje. Dois amigáveis em 2013 por 0-1, com um golo de Cristiano Ronaldo e em 2005 por 2-0, e fase de grupos do Euro 1996 por 3-0, seis golos marcados e nenhum sofrido. No entanto temos de olhar apenas ao que foi feito e jogado apenas neste campeonato da Europa, e neste aspecto os croatas estão melhores.

A equipa dos balcãs venceu o grupo D com sete pontos ao derrotar no encontro decisivo a bicampeã em título, Espanha por 2-1, impondo aos espanhóis uma derrota em fases finais de campeonatos europeus, que já não acontecia desde 2004, quando perderam por 1-0 precisamente com...Portugal. Já a selecção orientada por Fernando Santos, teve uma fase de grupos confrangeradora apurando-se com três empates, sendo um dos quatro melhores terceiros classificados. Mesmo sendo quem mais remata neste Euro 2016, (70 remates) a eficácia tem deixado muito a desejar, assim como o estilo de jogo.

Para o encontro de sábado a Croácia já vai poder contar ao que tudo indica, com os regressados de lesão, Modric e Mandzukic dois dos jogadores mais influentes desta selecção, que se juntam a PerisicCorluka. A boa notícia para Portugal é que Cristiano Ronaldo apareceu finalmente a marcar e a exibir-se ao mais alto nível no desafio com a Hungria, fazendo dois golos e uma assistência e Nani continua a fazer o «gosto ao pé». E tal como o capitão da selecção nacional referiu no final dessa partida, o jogo com os croatas será de 50-50, tal o equilíbrio que existe entre os dois conjuntos.


Share on Facebook