Copa América: Estados Unidos ultrapassam linha do Equador rumo à meia final

O Estados Unidos da América estão nas meias finais da Copa América. A anfitriã venceu o Equador por duas bolas a uma, numa partida que foi jogada a um ritmo frenético.

Copa América: Estados Unidos ultrapassam linha do Equador rumo à meia final
Dempsey e Zardes foram os autores dos golos que garantiram a passagem dos EUA à próxima fase // Foto: Jason Redmond/AFP Photo

Depois da fase de grupos, chegou a hora do mata mata na Copa América. Na edição centenária da prova, os EUA são os organizadores e na passada madrugada participaram num duelo incrível diante o Equador. A contar para os quartos de final, os Estados Unidos superaram o Equador por duas bolas a uma, e estão nas finais pela primeira vez na história da Copa.

Os norte-americanos foram a equipa mais esclarecida nas quatro linhas durante grande parte da partida, beneficiando de um golo da sua maior estrela para ganhar a vantagem cedo. O avançado Dempsey não vacilou e furou as redes ao minuto 22, seguindo-se Zardes a ampliar o resultado ao minuto 65, mas o jogo estava longe de estar decidido. Com o segundo golo, os EUA baixaram a intensidade de jogo e perderam a concentração, factores que quase lhes custaram o apuramento. Ao minuto 74 o equatoriano Arroyo fez o gosto ao pé, relançando a discussão em torno do vencedor da eliminatória. Os instantes finais do duelo foram dramáticos, com o Equador a encostar os Estados Unidos para o seu último reduto. Todavia, Nem Montero nem Valencia tiveram o instinto goleador para levar o jogo para prolongamento.

Os EUA acabaram por garantir o passaporte para a próxima fase justamente, tudo graças ao futebol sólido e dinâmico que apresentaram até ao golo do Equador. Os equatorianos talvez merecessem discutir o jogo no prolongamento, mas a ineficácia é fatal para quem quer vencer, ficando ainda assim o registo para o futebol perfumado e de ataque que Valencia e companhia apresentaram nos instantes finais. O Estados Unidos continuam a deslumbrar na Copa América e aguardam agora pelo vencedor do Argentina x Venezuela para encararem a meia final com a ambição de um verdadeiro anfitrião.


Share on Facebook