Inglaterra e Espanha podem ganhar tudo

As equipas inglesas e espanholas estão em maioria nas provas europeias, e ambas as seleções são candidatas a vencer o europeu.

Inglaterra e Espanha podem ganhar tudo
A Espanha foi a seleção vencedora do Euro 2012, e uma das principais candidatas à vitória este ano // Foto: pt.uefa.com / Getty Images

Os troféus da Champions League e Europa League podem seguir ambos para Inglaterra ou Espanha, mas conseguirá um desses países chegar a uma tripla inédita de troféus, vencendo também o Europeu? Com Liverpool, Sevilha e Villarreal a juntarem-se a Manchester City, Real Madrid e Atlético Madrid nas meias-finais da presente época das principais provas europeias de clubes, uma tripla de troféus sem precedentes está em aberto para o futebol inglês ou espanhol. Inglaterra, Alemanha, Itália e Espanha são as nações que, até à data, viram já os seus clubes vencer mais do que uma grande competição da UEFA, em simultâneo, na mesma época.

Contudo, nenhum país conseguiu conquistar o Campeonato da Europa de Futebol no mesmo ano em que um dos seus emblemas ergueu o principal troféu das competições europeias de clubes. E apenas por uma vez uma nação conquistou o Campeonato do Mundo de Futebol no mesmo ano em que um dos seus clubes se sagrou campeão europeu - vários jogadores do Bayern arrecadaram a Taça dos Clubes Campeões Europeus em 1974, e sagraram-se depois, nesse Verão, campeões do mundo de seleções. Outra formação germânica, o Magdeburgo, venceu nessa época a Taça dos Vencedores das Taças, mas representava a República Democrática da Alemanha e não a República Federal Alemã.

Nenhum país conseguiu, porém, feito idêntico ao logrado pela Itália em 1989/90, quando as equipas da Serie A conquistaram todos os três troféus europeus de clubes dessa temporada: o AC Milan sagrou-se campeão europeu, a Sampdória ergueu a Taça dos Vencedores das Taças e a Juventus venceu a Taça UEFA. A Espanha, entretanto, tem monopolizado as mais recentes conquistas simultâneas da Champions League e da Europa League, em 2006 (Barcelona e Sevilha), em 2014 (Real Madrid e Sevilha) e na temporada passada (Barcelona e Sevilha, novamente).

No que ao EURO diz respeito, contudo, nenhum país conseguiu mostrar-se suficientemente forte para levantar a Taça Henri Delaunay no mesmo ano em que um seu clube ergueu a “Taça das Orelhas Grandes”. Aliás, no que toca a prever o desfecho do EURO 2016, este Verão, em França, talvez uma aposta no país do clube vencedor da segunda mais importante prova de clubes da UEFA seja mesmo uma melhor opção. Três das 14 edições do Campeonato da Europa de Futebol da UEFA foram vencidas por países de clubes que conquistaram outra das competições europeias de clubes nesse mesmo ano: a Itália em 1968 (quando o AC Milan venceu a Taça dos Vencedores das Taças), a República Federa Alemã em 1980 (quando o Eintracht Frankfurt bateu o Mönchengladbach numa final 100% alemã da Taça UEFA), e a Espanha em 2012 (quando o Atlético Madrid derrotou o Athletic numa final 100% espanhola da UEFA Europa League).


Share on Facebook