A caminho do euro: Roménia

Os Romenos são parte integrante do Grupo A, juntamente com a França, a Albânia e a Suiça.

A caminho do euro: Roménia
A caminho do euro: Roménia (Foto: TipZor)

Hoje no Vavel Portugal falamos de uma das Selecções que vai abrir o Euro 2016. A Roménia chega pronta a mostrar o que vale, mas será que os franceses estão preparados ? 

Uma história por trás de uma Nação

A Roménia é um dos países que chega com especial estatuto ao Europeu deste ano, uma vez que foram um dos quatro países que participaram nas primeiras 3 edições do Campeonato do Mundo. Se há selecção a temer pela experiência nestas andanças estamos perante ela mesma. 

Mas a verdade é que nem tudo foram rosas e desde 1998 que os romenos não conseguiram garantir a chegada a uma fase final das competições oficias, quer da UEFA, quer da FIFA. Este ano eles voltaram e mais fortes que nunca. Os romenos faziam parte do Grupo F na fase de qualificação, juntamente com a poderosa Irlanda do Norte, Hungria, Finlândia e as Ilhas Faroé.

A Roménia teve um percurso imaculado na qualificação (foto: MaisFutebol)
A Roménia teve um percurso imaculado na qualificação (foto: MaisFutebol)

Não conseguiram alcançar o primeiro posto da tabela, mas foi por pouco. A Irlanda garantiu a liderança apenas com mais um ponto, mas a verdade é que a Roménia não precisou de muito para sonhar com a presença em França. Logo na primeira partida uma vitória de vingança sobre a Grécia garantiu os primeiros 3 pontos, mas depois as coisas complicaram-se no empate com a Hungria a uma bola. 

Estava visto que o primeiro lugar do grupo estava atribuido. Seguiram-se 4 vitórias, uma delas precisamente contra a fantástica Irlanda do Norte, que, como já vimos, só acabou por garantir o primeiro posto devido aos pontos perdidos dos romenos frente à Hungria.

Um percurso imaculado se assim quisermos dizer: a Roménia garantiu o segundo posto do Grupo F com 20 pontos, nenhuma derrota, 5 empates, 5 vitórias e com apenas 2 golos sofridos em 10 jogos. Tudo isto acabaram por ser motivos mais do que suficientes para garantir a chegada ao Euro, onde não só tem a honra e o mérito de estar, mas também a vantagem de fazer o jogo inaugural a 11 de Junho precisamente contra a Selecção anfitriã. 


Anghel Iordănescu: o mágico 


Um nome que a muitos não diz absolutamente nada, mas que faz com que os resultados acabem por falar por si. Iordănescu é o homem que fez com a Selecção Romena voltasse a ser aquilo de que muitos tinham saudades. 


Está no comando desde 2014, mas em boa verdade já é a terceira vez que comanda a equipa. Antes disso passou pelo Steaua de Bucareste e pelo Rapid de Bucareste. Experiência é coisa que nao lhe falta e agora vem aí mais um Euro, a Roménia tem a oportunidade de voltar a mostrar o que vale e a verdade é que não vão acilitar a vida a ninguém. 
 


Share on Facebook