A caminho do euro: Eslováquia

Hoje, no VAVEL Portugal falamos da grande surpresa. Os eslovacos fazem parte do grupo B juntamente com a Inglaterra, a Rússia e o País de Gales.

A caminho do euro: Eslováquia
A caminho do euro: Eslováquia (Foto: Mais Futebol)

Se há 6 meses atrás dissessemos a qualquer apaixonado de futebol, que a Eslováquia estaria numa fase final de um Europeu todos pensariam que estaríamos a sonhar, mas a verdade é que aconteceu.

A caminhada histórica 

Pela primeira vez na sua história, a Eslováquia garantiu a sua presença numa competição da UEFA enquanto nação independente. A 12 de Outubro do ano passado, os eslovacos garantiram a presença no EURO 2016 depois de terem vencido o Luxemburgo por 4-2, ao mesmo tempo que os ucranianos escorregavam perante a Espanha (0-1).

As duas nações chegaram à última fase da qualificação já sem hipóteses de alcançar a liderança do Grupo C (a selecção espanhola tinha 22 pontos), mas com os mesmos pontos, 19. Enquanto que os ucranianos tinham a dificil tarefa de bater a Espanha, os eslovacos jogavam com o Luxemburgo que já só jogava por jogar, uma vez que era certo que já não conseguiriam alcançar sequer o Play-off. E a verdade é que a história acabou por estar do lado da equipa surpresa.

Ainda antes de ter ganho o estatuto de Nação independente, é importante salientar uma curiosidade: no Campeonato do Mundo de 1976, 8 dos 11 jogadores que jogaram com as cores da Checoeslováquia eram eslovacos. Esta selecção tem muito para brilhar e terá agora no Europeu de França a oportunidade de mostrar ao Mundo o que vale.


Marek Hamsík: o matador 

Este é o nome a ter em conta na Selecção da Eslováquia. Hamsík tem 28 anos e é o médio da equipa do Nápoles, só para se ter uma ideia, é só o 3º jogador com mais assistências  para golo esta temporada na série A: 7.

Hamsík é a grande estrela da equipa (Foto: Evergol)
Hamsík é a grande estrela da equipa (Foto: Evergol)


Seja para assistir, ou para marcar, Marek Hamsík está mais que pronto para mostrar o que vale neste europeu. O eslovaco conta com 17 golos em 83 internacionalizações e juntamente com Martin Skrtel promete causar muitas dores de cabeça às equipas contrárias. Cuidado com ele, muito cuidado com ele. 

A verdade é que esta é uma presença muito especial, a Eslováquia chega ao europeu, pronta a mostrar serviço e depois de tantos anos de espera poderá mesmo vir a ser uma das grandes surpresas. 


Share on Facebook