O Bayern pós Guardiola

Depois de duas temporadas ao serviço do gigante alemão, Pep Guardiola diz adeus ao Bayern e segue para o Manchester City. Como será o futuro do Campeão alemão com Ancelotti?

O Bayern pós Guardiola
O Bayern pós Guardiola

Hoje no VAVEL Portugal falamos de dois gigantes, cada um na sua vertente, do futebol Mundial: Bayern de Munique e Pep Guardiola. Um casamento que já trouxe muitos sucessos para ambos, mas que acaba por ter os dias contados. O divórcio está perto, e se Pep já tem nova data de cerimónia, mas, como será o futuro com Ancelotti? Essa é a questão que todos colocamos e que analisamos hoje . 

Duas temporadas de sucessos 

Guardiola chegou ao Bayern em 2013 e desde essa mesma altura já estão contabilizados mais de 148 jogos oficiais. Desses 148, apenas em 18 deles o Bayern viu a derrota fugir, o mesmo número de jogos contabilizados estão com empates, sobrando então 112 com garantias de 374 golos marcados contra 103 golos sofridos. Uma média de 0,3 golos por jogo. Estes são os números impressionantes do Bayern com Pep Guardiola. 

O técnico espanhol conta ainda com 2 Bundesligas (caminha agora para a terceira) , uma Taça da Alemanha, uma Supertaça Europeia, um Campeonato do Mundo de Clubes e uma Liga dos Campeões, onde vai encontrar o Benfica nos quartos-de-final. E atenção, estamos só a falar de Pep Guardiola no Bayern de Munique. O treinador espanhol traz brilhantismo à equipa de Neuer e companhia, mas a verdade é que os alemães também lhe deram grande parte do estrelato. 

E agora.... Ancelotti. 

A 20 de Dezembro o Bayern mostrou através do twitter oficial já ter solução para a saída de Pep Guardiola. Carlo Ancelotti, antigo treinador do Real Madrid, terá lugar no banco dos alemães garantido até 2019. A solução agradou a muitos, foi criticada por outros tantos, mas a verdade é que já está decidido. E as comparações são por demais obrigatórias de fazer neste momento.

Um italiano, um espanhol, 11 anos de diferença e muita competitividade. Assim se pode definir a principal batalha entre estes dois homens. 17 titulos de um lado, 20 do outro. Guardiola pode ter conseguido mais visibilidade e mais reconhecimento que Ancelotti em menos tempo de carreira, mas a verdade é que também o italiano está habituado a grandes equipas. Se Guardiola passou pelo Barça e pelo Bayern, Ancelloti é um homem de experiência e já passou pela Juventus, pelo Milan, Chelsea, PSG e Real Madrid. Tudo isto antes de chegar aqui. 

Os dois treinadores já conhecem de outros contextos
Os dois treinadores já conhecem de outros contextos

Se, antes de chegar ao Bayern, Guardiola foi apenas reconhecido pelo excelente trabalho ao serviço do Barcelona, a experiência e os ganhos na carreira de Ancelotti, fazem com que já nada tenha de provar a ninguém. A verdade é que tudo isto deve ter sido colocado em cima da mesa pelos responsáveis do clube alemão. Ficaram sem uma estrela, mas ganharam um profissional experiente nestas andanças. 

E o Futuro ? 

Esta é a pergunta que toda a gente tem colocado. O Bayern é um gigante Europeu, e muito mais o é, num contexto nacional. Actualmente, a (ainda) equipa de Pep Guardiola tem o campeonato já praticamente garantido e conta ainda com a participação nos quartos-de-final da Liga dos Campeões. Gigante não deixará nunca de o ser, resta esperar se Ancelotti conseguirá continuar a fazer subir a fasquia da equipa de Manuel Neuer. 


Share on Facebook