Liga BBVA: Atlético Madrid vence e Real (quase) diz adeus ao título

Um golo do francês Antoine Griezmann permitiu ao Atlético vencer em casa do Real Madrid, por 1-0, e consolidar o segundo lugar na prova, em jogo da 26ª jornada da Liga espanhola.

Liga BBVA: Atlético Madrid vence e Real (quase) diz adeus ao título
Foto: Denis Doyle / Getty Images

O Atlético foi ganhar ao campo do rival Real e fica a cinco pontos do Barcelona, que só joga amanhã com o Sevilha. O jogo ficou 1-0 e o golo da vitória dos “colchoneros” foi marcado por Griezmann, aos 53 minutos, num jogo em que o Atlético fez história ao ganhar pela terceira vez consecutiva no Santiago Bernábeu. É certo que, matematicamente, o Real ainda pode terminar a Liga na frente, mas quem acredita que isso é possível quando os “merengues” estão na iminência de ficar a 12 pontos do líder Barcelona no final da 26.ª jornada?

Um jogo que ficou marcado pela inconsequência das jogadas de Cristiano Ronaldo que, para além de falhar golos, ainda perdeu muitas bolas. Fiel à sua matriz de jogo, o Atlético Madrid fez da solidez defensiva a sua principal arma, perante um Real que sentiu sempre muitas dificuldades para furar a organização do conjunto orientado por Diego Simeone.

No final da primeira parte, e apesar do domínio territorial dos “merengues”, até foi o Atlético quem esteve mais perto de abrir a contagem. Aos 40 e aos 42, Navas evitou o golo, primeiro a Griezmann e depois a Koke. Aos 53, Griezmann abriu (e fechou) a contagem, num remate colocado de pé esquerdo após boa combinação com Filipe Luís. Por essa altura, os “merengues” já não tinham Benzema em campo (o francês saiu ao intervalo para dar lugar a Mayoral). À procura de inverter o rumo dos acontecimentos, Zinedine Zidane tirou o apagado James Rodríguez e lançou Lucas Vázquez em campo, e pouco depois seguiu-se Jesé para o lugar de Isco.

Foto: Pierre-Philippe Marcou/AFP/Getty Images
Foto: Pierre-Philippe Marcou/AFP/Getty Images

O Atlético fez história, tornando-se na primeira equipa a ganhar três vezes seguidas no Santiago Bernabéu e reduz, à condição, para cinco pontos a distância que o separa do Barcelona. Ainda está na luta, ao contrário do Real Madrid. Esta foi também a primeira derrota do francês Zidane como treinador do Real Madrid, após seis vitórias e dois empates.

Diego Simeone destacou o golo marcado por Griezmann, que deu a vitória ao Atlético Madrid: "Melhorámos depois dos vinte minutos iniciais. Torres e Griezmann fizeram um esforço brilhante. Defrontámos uma grande equipa, com grandes futebolistas, mas jogámos com orgulho e paixão. A nossa resposta foi tremenda e, mais uma vez, os adeptos devem sentir-se orgulhosos da equipa." O Atlético venceu o terceiro derby consecutivo na casa "merengue", algo a que Simeone já está habituado. "Encaramos com naturalidade vencer no Bernabéu. É difícil transmitir o que sentem os meus jogadores."

Já Cristiano Ronaldo fez estalar o verniz no Santiago Bernabéu. "Chateia-me que digam que baixei de rendimento e, por isso, o Real Madrid também. Se todos estivessem ao meu nível, iríamos em primeiro. Todos os anos, para a imprensa, parece que estou na m****, mas os números e as estatísticas não enganam." Ronaldo não teve papas na língua, insinuando que quando não jogam os melhores é difícil ganhar. "Eu gosto de jogar com o Pepe, o Karim [Benzema], o Bale, o Marcelo. Não quero dizer que o Jese, o Lucas, o Kovacic não são bons, mas…". Por sua vez, o treinador Zinedine Zidane já dá o título como perdido. "Não estou contente, não posso estar com a derrota, com o que aconteceu, com o jogo que fizemos. Antes que me perguntem, a Liga acabou". 


Share on Facebook