Cavaliers batem Bulls e somam 4ª vitória consecutiva solidificando a liderança da conferência Este

Numa noite em que os San António Spurs perderam por uns expressivos 19 pontos frente ao LA Clippers por 105-86 de Paul Pierce , enquanto os Washington Wizards bateram por 103-89 os Utah Jazz, as atenções estiveram viradas para o jogo grande entre Cleveland Cavaliers e Chicago Bulls.

Cavaliers batem Bulls e somam 4ª vitória consecutiva solidificando a liderança da conferência Este
(foto: nba.com)

Cleveland Caveliers - 106 - 95 - Chicago Bulls

Comandados por LeBron James, os Cavs obtiveram a sua 4ª vitória consecutiva frente aos desorganizados Chicago Bulls.

Antes de a partida começar, restavam ainda memórias, nos adeptos dos Cavaliers do último confronto entre Cleveland e Chicago. Memórias essas que não eram as melhores, e que teriam que ser apagadas com uma vitória convincente, desta feita a jogar em casa.

Se dúvidas restassem quanto à superioridade da equipa de Cleveland, essas foram desfeitas com um início muito eficaz. LeBron James foi o protagonista, marcando os 8 primeiros pontos da sua equipa. Os Bulls, por sua vez, mostravam falta de argumentos, conseguindo uma percentagem não muito superior a 30% de eficácia, contra os quase 50% obtidos pelos Cavaliers. No fim do 1º período, a vantagem era já de 7 pontos a favorecer a equipa da casa.

A história manteve-se no 2º quarto de tempo. A equipa de Tyronn Lue chegou a alargar a vantagem para 17 pontos. No meio de uma equipa «perdida» em campo, restava Derrick Rose, o único inconformado que ia mantendo a esperança da sua equipa, conseguindo uns positivos 16 pontos e que foram crucias para ver a desvantagem dos Bulls descer para uns bem mais suaves 6 pontos no fim do 2º período.

A esperança existia para Chicago, é certo, mas o jogo tornou-se fácil para a equipa contrária, que soube sempre controlar as operações, e que viu a sua vantagem aumentar de 6 para 14 pontos no período seguinte, apesar de um Paul Gasol mais eficaz ter feito companhia a Derrick Rose.

LeBron conseguia assim levar a sua equipa a mais uma vitória, com um total de 25 pontos, 9 assistências e 9 ressaltos. Kyrie Irving foi também uma peça importante. O jovem de 23 anos começa a ganhar cada vez mais impacto na equipa de Cleveland.

Os Chicago Bulls podem estar numa missão de salvamento próprio se querem garantir um lugar de playoff, mas a continuar com esta desorganização e falta de eficácia, o mais certo é não vermos os 6 vezes campeões em título na fase final.


Share on Facebook