Volta a Portugal: Samuel Caldeira ganha ao sprint

Português deu a segunda vitória consecutiva à W52-FC Porto e alcança uma vitória muito desejada. Alárcon continua de amarelo.

Volta a Portugal: Samuel Caldeira ganha ao sprint
A etapa ficou decidida por uns meros 10mm // Fonte SAPO 24

Samuel Caldeira (W52-FC Porto) foi o mais forte na chegada a Castelo Branco. Bateu, por meros milímetros, o italiano Antonio Parrinelo (GM Europa Ovini) e Stéphane Poulhies (Armée de Terre). Na geral continua tudo igual.

Como se esperava, na etapa mais longa desta edição da Volta tivemos uma etapa tranquila até chegarmos aos últimos quilómetros da prova. Os fugitivos deram luta, mas as principais equipas acabaram por não lhe dar hipóteses.

Como tem sido habitual, a chegada a Castelo Branco tem sido disputada ao sprint e hoje não foi diferente. A luta pelo posicionamento provocou o caos nos últimos metros da corrida, com várias quedas e com ciclistas a saírem do percurso da prova.

Quem ficou alheada de todos esses problemas foi a equipa do FC Porto, que seguia forte na frente do pelotão com os seus três principais homens, Amaro Antunes, Gustavo Veloso e Raúl Alarcón, a formarem o comboio para o seu sprinter, Samuel Caldeira, que respondeu da melhor maneira ao trabalho da equipa e deu a segunda vitória consecutiva à equipa. Foi este o top-10 da etapa:

Amanhã temos outra etapa para os sprinters na chegada a Bragança. Não será uma etapa fácil para os homens rápidos, pois terão que enfrentar a subida de segunda categoria à Serra de Bornes. 


Share on Facebook