Volta a França: Matthews vence "etapa de transição"

Australiano venceu a sua segunda etapa nesta edição do Tour e está cada vez mais perto de Kittel na luta pela Verde. Na geral, Dan Martin sai do top-5.

Volta a França: Matthews vence "etapa de transição"
Matthews respondeu da melhor maneira ao trabalho da equipa // Fonte: Cycling News

Michael Matthews foi o mais forte no final da 16ª etapa da Volta a França 2017. O ciclista da Sunweb bateu ao sprint Edvald Boasson Hagen (Dimension Data) e John Degenkolb (Trek). Froome chega aos Alpes de amarela.

Que obra prima de etapa por parte da Team Sunweb. Uma etapa que se pensava ser de transição depois do segundo dia de descanso e antes de uma etapa de alta montanha nos Alpes.

A equipa holandesa sabia que se impusesse um ritmo forte desde o início da etapa, Kittel, que tem sido o dominador no que toca aos sprints, iria ter muitas dificuldades para passar as contagens de montanha com os melhores, e foi isso que aconteceu. O camisola verde ficou para trás e nunca mais conseguiu chegar a frente.

A partir daí a Sunweb tomou conta da corrida não deixando ninguém ir para a frente da corrida e liderou Matthews com sucesso à vitória no sprint intermédio que lhe deu mais 20 pontos. Nesta altura Bouhanni saía do grupo de Kittel tentando juntar-se ao pelotão e foi isso que aconteceu.

Nos últimos quilómetros da etapa, a Sky aproveitou da melhor forma os ventos cruzados e conseguiu fazer cortes no pelotão, deixando Dan Martin, Louis Meintjes e Alberto Contador para trás, tal como os sprinters Greipel e Kristoff.

No final da etapa, Bennati lançou um grande ataque, mas foi apanhado na reta da meta com o sprint já lançado. Matthews foi o mais forte e arrecadou o máximo de pontos possíveis nesta etapa. Está agora a menos de 30 pontos de Marcel Kittel.

Amanhã temos uma etapa que de certeza vai ser decisiva para o que resta deste Tour. Vão ser 4 contagens de montanha, incluindo 2 de categoria especial. Não há chegada em alta, mas a subida que marca o final da etapa é o sempre difícil Col du Galibier.