Volta a França: Mollema 'salva' Trek

Holandês surpreendeu todos os seus colegas de fuga e saiu vencedor da 15ª etapa. Froome conseguiu defender-se mesmo com problemas mecânicos.

Volta a França: Mollema 'salva' Trek
Primeira vitória de Mollema na Volta a França // Fonte: Sporting Life

Bauke Mollema (Trek-Segafredo) é o grande vencedor desta etapa que finalizou em Le Puy-en-Valey. No sprint para o segundo lugar, Ulissi (UAE Emirates) bateu Tony Gallopin, ciclistas que chegaram 19 segundos depois do vencedor da etapa. Foi uma etapa complicada para o líder, mas Froome segue de amarelo.

Etapa que se adivinhava perfeita para uma fuga vingar e foi isso que se percebeu desde início. A Sky deixou um grupo de 28 ciclistas se juntar na frente e enfrentar as dificuldades do dia. Ciclistas como Michael Matthews e Warren Barguil (Sunweb), Damiano Caruso (BMC) e Toni Martin (Katusha) faziam parte da fuga.

Foi mesmo o alemão, campeão do mundo de contra-relógio, a tentar a sua sorte. Martin atacou a cerca de 60km da meta e tentou fazer uma ‘à Toni Martin’, mas desta vez não conseguiu, pois foi apanhado na contagem de 1ª categoria por todo o grupo perseguidor. No topo dessa contagem passou Barguil em primeiro lugar e quase garantiu a sua camisola de rei da montanha.

Lá mais atrás, o grupo do camisola amarela corria a uma velocidade brutal devido ao ritmo imposto pela AG2R, tentado, de novo, criar cortes no pelotão. Conseguiu novamente e conseguiu deixar para trás Froome, mas o líder conseguiu reentrar rapidamente.

Quando finalmente reentrou, o camisola amarela furou e teve que ser Kwiatkowski a dar-lhe a roda de trás. Mais um contra tempo para o líder que teve Sergio Henao como principal ajuda para recuperar os 45 segundos que tinha de atraso para o grupo dos principais adversários que iam em bom ritmo em plena subida. Com Froome já prestes a reentrar, foi Landa, que estava no grupo dos favoritos, a baixar e a ajudar Froome. A partir daí foi um dia tranquilo.

Na frente, Mollema atacou no início da descida e ninguém deu muito por isso, até que holandês tinha uma vantagem de 30 segundos e os perseguidores começaram a trabalhar mais a sério. Mas Mollema conseguiu segurar-se e vencer a solo dando uma lufada de ar fresco à Trek depois do mau Tour de Contador e de todos os acontecimentos pré Tour.

Dan Martin voltou a atacar na descida e voltou a ganhar tempo, desta vez 14 segundos, que lhe permitiram subir ao quinto posto da geral. O grande salto na geral de hoje foi de Damiano Caruso que entrou no top-10 depois do tempo que ganhou hoje por ter estado na fuga. Aqui está o top 15 atualizado:

Amanhã é dia de descanso para os guerreiros. Terça-feira volta a corrida com uma etapa que se espera com um final em pelotão compacto, mas a Sunweb e as outras equipas podem muito bem impor um ritmo alto durante as contagens de montanha que marcam o início de etapa para tentar pôr Kittel fora da discussão. Veremos.