Tour de Suisse: Spilak foi o mais forte

Consistência e última etapa de montanha brutal dão a segunda conquista da Volta à Suíça ao esloveno. Rui Costa foi quinto.

Tour de Suisse: Spilak foi o mais forte
Spilak já tinha gano esta corrida em 2015 // Fonte: Telegraph

Simon Spilak, da Katusha, venceu, este domingo, o Tour de Suisse, superiorizando-se nesta semana a Damiano Caruso, ciclista da BMC que fez segundo, e a Kruijswijk, terceiro classificado do Lotto NL Jumbo. Rui Costa foi 5º classificado na geral.

Numa semana cheia de emoção, onde tivemos vários líderes e muitas reviravoltas, acabou por ser o esloveno da equipa comandada por José Azevedo a levar a camisola amarela para casa. Tudo se resolveu na etapa 7, quando a Katusha entrou com tudo na última subida do dia, com Rein Taaramae a partir por completo o pelotão e a deixar Simon Spilak numa posição em que era apenas ele contra a subida e o esloveno esteve à altura e venceu a etapa e vestiu a camisola de líder no fim desse dia. A partir daí foi apenas confirmar a vitória no contra-relógio deste domingo, que foi ganho por Rohan Dennis, que também já tinha ganho o prólogo do primeiro dia.

Fonte: Cyclingfans

Outra figura desta corrida foi Pozzovivo, que chegou à Suíça com a forma que trouxe do Giro e mostrou que estava forte vencendo a etapa 6 e vestindo aí a amarela. Mas quebrou em muito na etapa decisiva que deu a liderança a Spilak. Nos sprints reinou Sagan, que ganhou duas etapas e mostrou que esta corrida é feita à sua medida, visto que desde que é profissional ganha etapas todos os anos na Volta a Suíça.

Fonte: Rowery

No que toca aos portugueses, o tricampeão desta corrida, Rui Costa, acabou na 5ª posição a 3:09’ do vencedor. Nelson Oliveira foi 38º, a cerca de 42 minutos.

Hoje foi o último dia de corridas que antecedem a Volta a França. Agora nesta próxima semana vão-se realizar os campeonatos nacionais e dia 1 de Julho começa a prova velocipédica do mundo.  


Share on Facebook