Volta a Itália: Pöstlberger vence primeira etapa

Austríaco aproveitou a apatia do pelotão nos últimos 1500 metros e conseguiu ganhar uma vantagem que lhe garantiu a vitória.

Volta a Itália: Pöstlberger vence primeira etapa
Austríaco surpreende tudo e todos e vence a 1ª etapa do Giro 100 // Fonte: Eurosport

Lukas Pöstlberger conseguiu levar avante um ataque nos últimos metros e vencer a solo a etapa de abertura surpreendendo os sprinters. Ewan e Greipel completaram o pódio.

Numa etapa que começou com a homenagem ao falecido Michele Scarponi, só a a fuga deu alguma emoção durante os longos 206km da primeira etapa deste Giro. Cesare Bennedeti da Bora-Hansgrohe foi o mais ativo dos fugitivos e conseguiu ganhar todos os três prémios de contagem de montanha, assegurando assim a camisola azul.

A partir dos 20km para o fim as equipas dos sprinters que controlaram toda a corrida, nomeadamente a Quick-Step, a Orica e a Lotto Soudal, começaram a aumentar cada vez mais o ritmo e a vantagem da fuga foi diminuindo rapidamente, tendo esta sido neutralizada a cerca de 6km para o fim.

Os metros finais não eram nada fáceis. Curvas apertadas, muitas curvas e contracurvas e estreitamentos de estradas prometiam um final a alta velocidade e com algum perigo. Numa altura em que a Emirates aumentava o ritmo na frente do pelotão, a 3,2km da meta, numa curva apertada à direita houve uma queda o que provocou cortes no pelotão, cortes esses que levaram à perda de tempo de ciclistas importantes como Steven Kruijswijk e Pierre Roland, que chegaram com 13 e 18 segundos de atraso respetivamente. A queda levou à desistência de Stefan Pirazzi e Nicola Ruffoni, ambos da Bardiani.

A cerca de 1500 metros para o fim, foi Pöstlberger que começou a puxar na frente da corrida, lançando o sprint do seu colega Sam Bennet. Mas o austríaco elevou tanto o ritmo, que ganhou um metro, que de repente eram 10, e que quando olhou para trás o pelotão já estava a cerca de 50 metros. Um esforço que era em prol da equipa terminou numa vitória a solo, beneficiando da apatia de pelotão. Com a vitória veio o bónus de vestir a camisola rosa e ser o primeiro líder da edição centenário da Volta a Itália.

Rui Costa chegou na 20ª posição, com o mesmo tempo do vencedor, enquanto que José Mendes e José Gonçalves chegaram com um atraso de 13 segundos para o vencedor.

Um dia em cheio para a Bora Hansgrohe, que veio para este Giro sem as principais figuras e conseguiu logo a primeira etapa. Ao pódio só subiram ciclistas da Bora: Pöstlberger para a vitória, camisola rosa, camisola dos pontos e da juventude, e Bennedeti para a camisola da montanha.

Amanhã será uma etapa com mais alguma dificuldade, que liga Olbia a Tortoli ao longo de 221km.